66391505_2151637734962760_131699854962327552_n

Atividade de empresas prestadoras de serviços de impermeabilização de bens em Curitiba é regulamentada

Tico Kuzma Notícias Deixe um Comentário

Podemos evitar novas tragédias como a que ocorreu, em Curitiba, na última semana do mês de junho, com a explosão do apartamento no Água Verde.
É importante a divulgação aos síndicos de condomínios, as empresas e, acima de tudo, a todas as pessoas, do decreto 806/2019, do prefeito Rafael Greca, que regulamenta a atividade de empresas prestadoras de serviços de impermeabilização de bens em Curitiba.
O documento alerta para o perigo e prevê a proibição de impermeabilização feita à base de produtos químicos inflamáveis, combustíveis e controlados em locais fechados, públicos ou privados, comerciais, habitacionais e condomínios. Fica permitida a atividade apenas em áreas abertas, com produtos registrados, sob a responsabilidade técnica de profissional habilitado. O não atendimento pode resultar em cassação do alvará da empresa prestadora e em multa ao condomínio onde aconteça a aplicação fora das normas, conforme consta no Código de Posturas do Município.
Regularização
“As empresas que já prestam o serviço terão prazo de 90 dias para adequação da sua autorização de funcionamento. A renovação e concessão de alvará fica condicionada à verificação de condições estruturais da edificação, risco de armazenamento dos produtos e operação.
Ficam responsáveis pelas verificações as secretarias municipais do Urbanismo e do Meio Ambiente, Corpo de Bombeiros, a Coordenadoria Municipal da Defesa Civil e a Comissão de Segurança de Edificações e Imóveis (Cosedi), órgãos da Secretaria Municipal da Defesa Social e Trânsito, e a Delegacia de Explosivos, Armas e Munições da Polícia Civil.”
Fonte Prefeitura de Curitiba

Tico KuzmaAtividade de empresas prestadoras de serviços de impermeabilização de bens em Curitiba é regulamentada

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *